in ,

Crítica Godzilla 2 é um filme bom?

A convite da Espaço Z Curitiba, fomos assistir a Pré-estréia de Godzilla 2: Rei dos Monstros. A continuação do filme que trata de uma experiência entre batalha de gigantes, envolvendo monstros de diferentes tipos.

O filme tem uma pegada de continuação sim do primeiro, mostrando a população preocupada com o que aconteceu com nossas cidades quando esses gigantes chegaram. Ou seja, muita destruição e cidades inteiras foram destruídas devidos a estes eventos que consequentemente liberaram mais monstros por todo planeta.

No entanto, uma parte desses investigadores apoiam a existência desses monstros. Eles já existiam em nosso planeta muito antes do que imaginamos. Esta ameaça pode acabar com toda a humanidade e transformar o planeta inteiro em chamas.

Sobre os aspectos do filme

Confesso que os primeiros momentos do filme foram bem empolgantes, porém somente nas batalhas que aconteciam e nas descobertas do monstros. Portanto, o dialogo entre os protagonistas não foram dos melhores. Muita informação espalhada sem conexão e haviam momentos em que podíamos até dormir.

No entanto, nem tudo pode ser perdido. A exploração do passado dos monstros gigantescos é bem elaborada e até poderia ser muito melhor explorada. Ou seja, poderiam contar e focar um pouco mais na descoberta da origem desses monstros. Porém, tivemos mais um drama entre família e amigos do que uma história concreta de cientistas que buscam a origem deles.

As batalhas com toda certeza não tiram os nossos olhares da tela. De certa forma, por mais que sejam batalhas a noite, não fica cansativo de assistir. Os momentos de escuridão no filme podem ser assistidos sem precisar entender o que esta acontecendo.

Outro ponto positivo são os efeitos especiais aplicados na criação dos gigantes. É muito bem feito e o Rei dos Gigantes Godzilla aparece muito mais vezes do que no primeiro filme.

Portanto, conseguimos ver os detalhes dos monstros, e não somente do Godzilla, os outros monstros também foram muito bem explorados.

Vamos ao veredito final de Godzilla 2

Confesso que as batalhas são incríveis gostei muito, porém, o fato das conversas serem ruins e não envolventes deixa o filme chato. Um filme com batalhas e muita destruição como eu realmente gosto, mas deixou a desejar total no roteiro e na história.

Sim, Godzilla 2 é um bom filme, mas esta longe de ser o melhor filme que gostaríamos de ver nas telonas. Portanto, resta a nós esperar que o próximo filme contra Kong seja mais trabalho a história e não somente as batalhas. Isso para não tornar o filme chato.

NOTA: 3/5

O filme estréia no dia 30 de maio.

Direção: Michael Dougherty (“Krampus – O Terror do Natal”)
Estrelado pelos indicados ao Oscar Vera Farmiga (“Amor Sem Escalas”, filmes “Invocação do Mal”), Ken Watanabe (“O Último Samurai ”) e Sally Hawkins (“Blue Jasmine”), os dois últimos reprisando seus papéis em “Godzilla”; Kyle Chandler (“O Lobo de Wall Street”, “Manchester à Beira-Mar”); Millie Bobby Brown (“Stranger Things”), fazendo sua estreia no cinema; Bradley Whitford (“Corra!”); Thomas Middleditch (“Silicon Valley”, da HBO); Charles Dance (“Game of Thrones”, da HBO); O’Shea Jackson Jr. (“Straight Outta Compton – A História do N.W.A.”); Aisha Hinds (“Além da Escuridão – Star Trek”); e a indicada ao Globo de Ouro Zhang Ziyi (“Memórias de uma Gueixa”, “O Tigre e o Dragão”).

Deixe uma resposta