Ceú vermelho- sangue( Blood Red Sky) é a nova produção que estreou nessa sexta-feira na Netflix
in

Crítica Céu Vermelho-Sangue: Vampiros na Netflix

Ceú vermelho- sangue( Blood Red Sky) é a nova produção que estreou nessa sexta-feira na Netflix trazendo muita ação e bastante terror. O longa dirigido por Peter Thorwarth mostra uma mãe que viaja com seu filho para os Estados Unidos com propósito de realizar algum tratamento que logo é explicado durante a história, mas o avião é sequestrado por um grupo de terroristas, que tenta a todo custo roubar o mesmo, para assim causar consequências sérias.

O motivo do sequestro se mostra como uma justificativa política, mas que logo é deixada de lado quando percebemos o verdadeiro motivo e por onde a trama irá se desenvolver.

O texto a seguir contém spoilers sobre a trama do longa

'Céu Vermelho-Sangue': Terror com vampiros da Netflix ganha trailer;  Assista! | CinePOP

Logo é explicado, porque a protagonista está utilizando aquele medicamento. Céu vermelho- Sangue é a produção da Netflix que traz exatamente o que faltava para o gênero de vampiros, ao contrário de muitas produções recentes que focam no tema dos vampiros, pois colocam o ser mitológico como uma benção, percebemos nesses filmes que possuir essa maldição é algo bom e divertido, o que sabemos que não é a total verdade.

Aqui no longa, é a pegada que faltava para os longas do gênero, trazer a maldição para quem carrega, é algo pesado e doloroso.

No caso de Céu vermelho-sangue é o drama da mãe que tenta a todo custo proteger o seu filho, sabendo que ela é a maior ameaça presente próxima a ele.

O longa acerta nas boas cenas de ação, nas sequencias de morte e nos efeitos visuais, especialmente na maquiagem. Como os vampiros devem ser são mostrados em suas 2 horas de duração. A necessidade de sangue a todo momento e a violência são bem retratadas.

Colocar essa mistura de vampiros dentro de um avião, traz uma pegada ainda mais tensa ao longa. Claro que não é perfeito, tem detalhes na trama e pequenos furos que podem não prender a maioria, como o fato da criança despachar a mala no aeroporto, ou a excessiva partes de flashbacks para abordar mais a trama.

Céu vermelho-sangue consegue colocar a verdadeira identidade dos vampiros, sem se preocupar com uma trama ousada, mas sim focada no drama de mãe e filho.

Nota: 7,0 de 10,0

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *