in

AmeiAmei

Crítica Chucky Episódio 1- Ele Está de Volta!!

A nova série de terror estreou no SyFy nos EUA nessa semana e chega no próximo dia 24 de outubro ao streaming Star Plus no Brasil.

A série é ambientada após os eventos do longa ” O culto de Chucky”, ou seja, ela segue exatamente na mesma pegada dos filmes clássicos do personagem.

Recentemente, tivemos um remake lançado para os cinemas, que focava na realidade em que o vilão Chucky fosse uma arma tecnológica. Mas aqui na série, voltamos a verdadeira origem dele, o boneco sádico e psicopata que tomou vida após um ritual.

A História da Série Chucky:

Chucky estreia em 27 de outubro no Brasil

O jovem Jake Wheeler( Zackary Arthur) em uma bazar compra a versão do Good Guy que estava a venda. Como grande colecionador de bonecos, as quais ele faz moldes e sonha em ser um artista plástico, ele acaba levando o boneco para sua casa, e a partir daí, diversos eventos sinistros passam a acontecer perto dele e de sua família.

A série para quem não acompanha a franquia do cinema, pode até ser um pouco confusa a princípio, mas nada que fará o espectador ficar perdido dentro do que vai acontecer na trama.

Sobre o primeiro episódio da Série:

Chucky: série do Brinquedo Assassino ganha trailer intrigante -  TudoCelular.com

A série é feita para os fãs da franquia, não tenha dúvidas, caso seja aquele que nunca assistiu nenhum dos filmes antigos, logicamente irá ficar perdida com o tanto de acontecimentos e referencias que possam vir a aparecer em tela.

Mas nada muito detalhado ou difícil de ser compreendido, em determinado momento do episódio, o protagonista recebe uma ligação o aconselhando sobre o boneco, e sabemos que é um dos personagens dos filmes mais clássicos.

A violência, que é um dos grandes altos da franquia de filmes, aparece sutilmente nesse primeiro episódio e em uma cena de dissecação do corpo de um sapo.

Todo o episódio serve apenas para trazer de volta o espectador, todo o clima desses filmes mais antigos. Deixando tudo de lado envolvendo o remake e suas partes tecnológicas.

Outro ponto que poderia causar um certo descontentamento, seria sobre os efeitos visuais. Sabemos que o método usado para tornar Chucky mais ameaçador nos anos 80 e 90, eram os efeitos Animatrônicos, onde se não for bem usado tornaria as cenas toscas.

Aqui na série e assim como nos filmes recentes, tal técnica foi deixada de lado, privilegiando os efeitos digitais. E como é uma série de tv, o orçamento poderia ser mais limitado, mas até que as cenas com o boneco Chucky se revelando ficaram aceitáveis e não tornaram a produção questionável. Como está sendo distribuída para alguns países no Star Plus, não devemos ter uma produção meia boca.

Um ponto negativo desse episódio, era a todo momento termos situações onde a questão sexual dos personagens principais fosse estar acima de qualquer coisa na história. Não existe problema nenhum em termos personagens gays, mas reforçar isso de 5 em 5 minutos, faz com que se torne saturado dentro da história.

Por fim, o primeiro episódio por mais simples que possa parecer, funcionou para nos colocarmos de volta ao universo dos filmes clássicos de Chucky. E provavelmente, teremos muitas participações especiais vindo nos próximos episódios. E a série trazendo de volta a voz original de Chucky, feita por Brad Douriff, deixa os fãs esperançosos sobre o que pode acontecer nessa temporada.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *