What if...? ( 2021)
in

Crítica What If Episódio 7- A Grande Festa do Thor

O sétimo episódio de What if, lançado nessa quarta-feira( 22), já está disponível no Disney Plus. Nesse episódio somos apresentados a partir da visão de o que aconteceria se Thor, fosse um filho único. Na verdade, um episódio bem fraco em questões de What If.

Quais os pontos positivos do episódio 7 de What If?

What If...? - Episódio 7 Online | Animes Online

  • Começando pelo visual novamente, que é muito bem colocado, especialmente para o momento do episódio, onde temos a grande festa que é citada durante todo o primeiro ato da trama.
  • A dublagem, que traz novamente os atores revisitando cada um de seus personagens, incluindo alguns atores e atrizes para uma pequena ponta, como foi o caso de Jeff Goldblum trazendo novamente o Grão-Mestre, que apareceu em Thor: Ragnarok e alguns dos personagens principais do arco de Thor, como Natalie Portman e Kat Dennings.
  • A Capitã Marvel, como ela deveria ter sido mostrada nos filmes. Poderosa e sem fugir em nenhum momento do propósito a qual ela é colocada dentro da história. Interesse mostrar o quanto ela é poderosa e destrutiva, o que os filmes apenas jogam.
  • O final do episódio que revelou o vilão Ultron chegando a Terra com a manopla do infinito. Por favor Marvel faça esse episódio.

Quais os pontos negativos?

What If…? Episode 7 Cast Guide: Every New & Returning MCU Character

  • Começando pela trama, que é a mais besta, até mesmo para os padrões Marvel. A essência dos personagens não se modifica em nenhum momento, como estamos indo na linha de um What If. Porque não mudar pelo menos as personalidades?
  • Se o propósito do episódio era mostrar a vida de um Thor sem o irmão Loki afetando a sua vida, como é citado logo no começo do episódio. Porque mostrar que Loki e Thor se conheciam e eram praticamente grandes amigos, com cada um deles vivendo em seu reino? A influencia de Loki e a presença do mesmo na vida do deus do trovão é bem nítida.

O episódio 7 não serviu em nada com a característica de um What if, tendo em vista que em nenhum momento notamos outra mentalidade no comportamento e objetivos de todos os personagens, e a tal festa serve para reforçar o que já havíamos visto no primeiro filme de Thor, lançado em 2011. Ele totalmente desleixado de sua função como o Deus do trovão e nutrindo o amor pela Dra. Foster.

No mais, um episódio que não agregou para a mitologia apresentada na série, ao contrário de todos os episódios anteriores já mostrados pela Disney.

What if.. está disponível no Disney Plus

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *