jogos-online-para-ganhar-dinheiro-de-verdade
in ,

Conheça 5 Brasileiros que já Faturaram mais de R$ 1 MILHÃO com Jogos Online

Mais que a diversão e competitividade, os esports se converteram em uma grande fonte de renda para jogadores profissionais de diversas modalidades. Com o mercado ganhando cada vez mais visibilidade no mundo todo, as premiações de torneios oficiais também crescem.

Listamos abaixo cinco pro-players brasileiros que já atingiram a marca dos 7 dígitos de reais – ou seja, superaram R$ 1 milhão em prêmios. Confira:

Gabriel Toledo (“FalleN”) – Counter-Strike: Global Offensive

gabriel-toledo-fallen
Foto: Divulgação/Team Liquid

Sem dúvidas, o Counter-Strike é o jogo mais rentável para brasileiros quando o assunto é game shooter. Não é à toa que, de acordo com o site Esports Earnings, mais de 10 jogadores de CS do país já quebraram a barreira de R$ 1 milhão em premiações em torneios – sem contar outras fontes de receita, como patrocínios, salários e subscrições.

Destes, não há como deixar de falar em Gabriel Toledo, o “FalleN”, considerado um dos maiores de todos os tempos no CS:GO no mundo tudo. Aos 29 anos, o jogador já faturou pouco mais de R$ 6 milhões em torneios oficiais do FPS. Depois de fazer história na MiBR e SK Gaming, o brasileiro assinou com a Team Liquid.

Suas maiores premiações em dinheiro foram conquistadas em 2016, com os títulos da ESL One: Cologne, na Alemanha, e do MLG Major Championship Columbus, nos Estados Unidos. Em ambos, FalleN levou pra casa US$ 100 mil (pouco mais de R$ 565 mil na cotação atual).

Ele é um dos brasileiros a romperem não apenas a marca dos 7 dígitos em reais, mas também em dólares. Completam a lista: Epitácio de Melo (“TACO”), Fernando Alvarenga (“Fer”) e Marcelo David (“coldzera”)

Paulo Vitor Damo da Rosa (“PVDDR”) – Magic: The Gathering Arena

PVDDR
Foto: Reprodução/Youtube

Magic é o jogo de cartas colecionáveis mais popular do planeta, sendo relevante há 3 décadas e praticado por milhões no mundo todo. Mas ninguém tem números melhores que um gaúcho de Porto Alegre. Paulo Vitor Damo da Rosa, ou simplesmente “PVDDR”, é o jogador com maior premiação em torneios não apenas no Brasil, mas no mundo todo.

O jogador de 33 anos já faturou US$ 337,8 mil (cerca de R$ 1,9 milhão) em competições oficiais da versão digital de Magic, deixando pra trás o italiano Andrea Mengucci e o polonês Piotr Glogowski. No ano passado, PVDDR ganhou o título mundial no Magic World Championship XXVI, disputado no Havaí. Na ocasião, ele levou pra casa US$ 300 mil, uma das maiores premiações individuais já conquistadas por qualquer jogador de esports.

Profissional desde 2003, Paulo Vitor coleciona feitos no Magic. Em 2011, aos 24 anos, ele se tornou o jogador mais jovem a atingir a marca de 300 pro points. No ano seguinte, foi eleito para o Hall da Fama da modalidade, sendo o primeiro sul-americano a atingir o feito. Na carreira, já foram 13 participações no top 8 do Pro Tour, sendo 2 títulos.

Yuri Martins Dzivielevski – Poker Online

Yuri Martins Dzivielevski – Poker Online
Foto: Camila Ocampo/Divulgação Partypoker

Das cartas colecionáveis para os jogos de baralho, não há modalidade mais rentável nos eSports que o poker online. Centenas de brasileiros já romperam a marca milionária na versão digital do esporte da mente – ou seja, em torneios e cash games disputados em plataformas da internet. Quem mais vem se destacando é o paranaense Yuri Martins Dzivielevski.

Aos 29 anos, ele acumula uma “fortuna” de mais de R$ 62 milhões em competições online – isso sem falar em sua premiação no poker ao vivo, que supera a casa dos R$ 6 milhões. O jogador paranaense vem tendo um 2021 bastante produtivo. Ele conquistou um dos eventos do MILLIONS Online, um dos principais campeonatos do mundo, além de resultados expressivos na versão digital do World Poker Tour.

Os feitos levaram Yuri à liderança do ranking mundial, superando o compatriota Brunno Botteon – outro que já é milionário com os ganhos do poker. Além disso, o jogador paranaense é o único brasileiro a ostentar dois braceletes do World Series of Poker, o principal circuito do mundo. Ele alcançou o feito no ano passado, ao faturar o seu segundo título na versão online do WSOP.

Guilherme Fonseca (“GuiFera”) – Pro Evolution Soccer

Guilherme-Fonseca-PES
Foto: Divulgação/PES

O maior nome do país nos jogos de futebol é o paulista Guilherme Fonseca, o “GuiFera”, jogador profissional de Pro Evolution Soccer. Dono de quatro títulos brasileiros (entre eles o primeiro e-Brasileirão, disputado em 2016) e dois mundiais, ele soma a quantia de R$ 1,3 milhão em premiações.

O grande prêmio de sua carreira veio em 2017, quando “GuiFera” faturou o título mundial no PES 2017 World Finals, levando pra casa o troféu e mais US$ 200 mil – pouco mais de R$ 1,13 milhão na cotação atual do dólar.

Guilherme chegou a tentar carreira no futebol profissional, passando pelas categorias de base do XV de Jaú, time da cidade em que nasceu, no interior de São Paulo. Porém, uma séria lesão no joelho impediu uma trajetória de sucesso do goleiro e abriu as portas para os esports. Aos 21 anos, GuiFera defende atualmente o time do São Paulo, e já teve passagem por Barcelona e Santos.

William Medeiros (“hFn”) – Dota 2

William Medeiros (“hFn”) – Dota 2
Foto: Divulgação/ESL

O Defense of the Ancients (Dota 2) é conhecido por ser a modalidade de eSports que mais distribui prêmios em torneios, à exceção do poker. Entre os brasileiros, o grande destaque é William Medeiros, conhecido na comunidade como “hFn” desde 2013.

Aos 23 anos, o paraibano de Patos já faturou R$ 1,069 milhão em competições oficiais do game de estratégia em tempo real. Sua maior premiação veio em 2017, no World Electronic Sports Games (WESG), quando hFn terminou como vice-campeão e levou pra casa US$ 60 mil (R$ 339 mil).

William é um dos titulares da equipe brasileira NoPing e-sports, além de passagens pela PaiN Gaming, Kingao+4 e SG e-sports. O pro-player coleciona títulos nacionais e internacionais em quase década de carreira no Dota.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *