Japan Sinks: 2020
in ,

Japão Submerso: Novo Anime da Netflix com Apocalipse Japonês, Vale a Pena?

Japão Submerso ganhou classificação de 18 anos na Netflix Brasil.

O que aconteceria se o Japão fosse completamente inundado? Esse é justamente o tema abordado por 2020 Japão Submerso – o novo anime da Netflix que tem dado o que falar.

Considerando que o país é formado por um arquipélago composto por diversas ilhas, não é tão absurdo assim pensar em um aumento do nível do mar que chegue a inundar a região em milhares de anos. Mas, não é exatamente assim que a história trata essa hipótese.

Na série que se encontra disponível no streaming o Japão é “afundado”, para um nível abaixo do mar, o que faz com que a água comece a invadir as cidades após uma série de terremotos e catástrofes.

Brutal E Visceral, Japão Submerso Choca – E Exagera – Pela Violência

O anime acompanha a vida da família composta por pai japonês, mãe filipina e seus dois filhos. No primeiro episódio começam os tremores que destroem o país e esse grupo de personagens parte em busca de um local seguro para ficar.

Japan Sinks: 2020

Japão Submerso não poupa em quesito violência. Quem não gosta de animes mais brutais pode se sentir incomodado com uma mãe decepada aqui e outra acolá nas cenas mais tensas.

Em um dado momento da série – composta por 10 episódios de 25 a 30 minutos cada – a violência se torna algo corriqueiro e pouco chocante. A sensação não é boa – o espectador pode “banalizar” acontecimentos brutais porque eles se tornam recorrentes.

Mas, a trama dirigida por Masaaki Yuasa (Devilman Crybaby) volta para os trilhos um pouco depois da metade e se encaminha para um encerramento fenomenal.

No decorrer da história a família principal encontra vários personagens que acabam se unindo nessa busca por segurança, o que nos leva a conhecer outras figuras interessantes da história.

Muito Além Da Calamidade E Da Catástrofe

japão submerso

É importante ressaltar aqui que embora o roteiro seja sobre um Japão perdido em caos e desespero, 2020 Japão Submerso consegue abordar outros temas importantíssimos no seu desenrolar.

O principal deles é a identidade do cidadão japonês, já que temos como protagonista uma família miscigenada. Inclusive, não é raro que os personagens dialoguem em inglês ao invés de japonês, causando uma importante estranheza.

Isso porque, um dos temas propostos pela história é justamente o papel do estrangeiro na cultura do Japão, país que, sabemos, não costuma ser muito acolhedor com pessoas de outras nações.

Japão Submerso Não É Uma Trama Nova

japão submerso

Embora 2020 Japão Submerso seja uma novidade na Netflix, a história é uma velha conhecida do público japonês.

A trama é baseada em um best-seller homônimo lançado em 1973 pelo autor Sakyo Komatsu, um dos principais nomes da ficção cientifica no país. Além disso, a obra foi adaptada para o cinema em 1973 e em 2006.

Porém, essa é a primeira vez que ela ganha uma releitura em anime. A aceitação pelo público tem sido interessante e a série mantém 6,6 na pontuação do IMDB.

Vale A Pena Assistir?

Japão Submerso tem chamado a atenção dos fãs de anime, críticos e mídia especializada não é à toa. A obra com certeza é um prato cheio para quem gosta de uma distopia dramática e interessante.

Japan Sinks: 2020

É o típico anime onde você não deve se apegar aos personagens, já que as mortes são frequentes na história. Também não podemos dizer que se trata exatamente de uma atração relaxante. A tensão é intensa e frequente durante toda a temporada.

Japão Submerso ganhou classificação de 18 anos na plataforma. É uma animação de roteiro criativo, que traz algumas alusões – em proporções exageradas – a uma realidade frequente de um país que sofre com os abalos causados pelas placas tectônicas.

Trailer Japão Submerso (Japan Sinks: 2020)

Deixe uma resposta