mafia-italiana
Imagem do filme O Poderoso Chefão | Máfia Italiana ajuda as pessoas por conta do coronavírus
in

Máfia Italiana Ajuda Pessoas com Comida

A máfia italiana está ajudando com comida e outras necessidades devido à pandemia

Um dos lugares mais afetados pela pandemia de coronavírus é a Itália, com milhares de infectados, mortos e milhões em suas casas, e diante de uma grande crise econômica.

A situação é tão séria que até a máfia italiana está entregando comida a quem perdeu o emprego e sem renda, embora alguns acreditem que existe uma intenção além de ajudar a população.

Quase um milhão de trabalhadores no sul da Itália ficou sem renda e é precisamente nesta região que há uma maior presença da máfia.

Segundo relatos, membros da máfia foram vistos em Nápoles, Palermo, Campânia, Calábria, Sicília e Apúlia, especialmente nas aldeias mais pobres, para entregar comida.

No entanto, os analistas apontam que a máfia provavelmente está tentando “ganhar simpatia” das pessoas que hoje estão em extrema necessidade e depois trazê-las para suas fileiras como “trabalhadores”.

Veja a repercussão da ajuda com comida feita pela Mafia Italiana na pandemia do coronavírus

São organizações que aspiram a governar territórios e mercados. Os comentaristas geralmente se concentram no lado financeiro das máfias, mas tendem a esquecer que sua força vem de uma base local para operar.

Essas ações das máfias não são presentes. A máfia não faz nada pelo seu bom coração. São favores que todos terão que pagar de uma maneira ou de outra, ajudando e incitando um fugitivo, pegando uma arma, traficando drogas e afins.

– Federico Varese, professor de criminologia na Universidade de Oxford

Os capos sabem muito bem que, para governar, devem cuidar das pessoas em seu território, e o fazem explorando a situação em seu proveito. Aos olhos do povo, um chefe que bate à porta oferecendo comida de graça é um herói, e o chefe sabe que pode contar com o apoio dessas famílias quando necessário, quando, por exemplo, a máfia patrocina um político para o escolha que promoverá seus interesses criminais.

Considere o que aconteceu com El Chapo, o traficante mexicano. Ele traficou toneladas de cocaína e ordenou o assassinato de centenas de pessoas, mas em sua cidade natal ele era conhecido por sua benevolência, porque as pessoas diziam que ele fornecia remédios para famílias ou construía estradas. O mesmo é verdade aqui.

– Nicola Gratteri, investigador de questões da máfia, em entrevista ao The Guardian

Espero que as intenções da mafia italiana sejam realmente boas e que, como dizem os especialistas, mais tarde não desejem receber a ajuda, menos nesses tempos difíceis pelas quais as pessoas estão passando.


Créditos Via: LaguiadelVaron

Deixe uma resposta