tom-cruise-filme-no-espaço
Imagem Tom Cruise | Fonte: Screenrant
in

Tom Cruise está Literalmente Indo pro Espaço

Exatamente meus amigos! O próximo filme de Tom Cruise pode ser filmado no espaço sideral. O ator e a empresa SpaceX de Elon Musk estão nos estágios iniciais do trabalho com a NASA.

tom-cruise-spacex

 

A verdade é que Tom Cruise está trabalhando com Elon Musk e a NASA para filmar um possível filme de ação, ficção científica no espaço. Além disso, sabemos que Cruise é um ator que se envolve no projeto de cabeça, filmes de ação e muita adrenalina já estão no sangue dele.

A ideia de criar um filme com cenas do espaço seria um grande ponto de partida para o sucesso em vendas. Com toda certeza, um filme tão grandioso atraía o público aos cinemas para ver como foi realizado.

No entanto, as informações sobre a produção e como as variáveis e complicações que poderiam ocorrer seriam tratadas pela equipe. Ou seja, não somente os atores deveriam ser treinados para tal feito grandioso, mas também precisariam ir com Tom Cruise o diretor, cinegrafistas e muitas pessoas para ajudarem.

Além disso, como seriam feitas as cenas de um filme que poderia envolver ação no espaço em um ponto em que qualquer erro de cálculo ou descontrole das ações poderia levar a consequências que seriam desastrosas.

Portanto, não há como saber a resposta agora, mas com certeza já podem estar trabalhando em descobrir como filmar algumas cenas no espaço com Tom Cruise.

O filme gravado no espaço já era uma ideia antiga

“Na verdade, conversei com [Cruise] sobre como fazer um filme espacial no espaço, há cerca de 15 anos“, disse Cameron em 2018. “Eu tinha um contrato com os russos em 2000 para ir à Estação Espacial Internacional e gravar um documentário em 3D sofisticado lá. E pensei: ‘Cara, deveríamos apenas ter um personagem, uma característica’. Eu disse: “Tom, você e eu, teremos dois assentos na Soyuz, mas alguém precisa nos treinar como engenheiros’. Tom disse: ‘Não tem problema, vou treinar como engenheiro’. Tínhamos algumas idéias para a história, mas ainda era conceitual. ”

 

Deixe uma resposta