in

Crítica A Casa – O que Significa Aquela Torneira no Final?

Longa espanhol carrega doses de suspense com uma trama onde não sabemos se torcemos para o protagonista em sua jornada

O mercado europeu e asiático continua oferecendo nesse hiato de produções americanas boas produções que fogem um pouco dos padrões com estilos ousados de história e atuações.

Sendo assim, a bola da vez é o novo filme A Casa Netflix. O título é um suspense espanhol dirigido por David Pastor e Àlex Pastor. O roteiro traz elementos de alguns filmes de sucesso que já assistimos recentemente como Parasita e Coringa.

Uma trama focada em um protagonista que decide tomar atitudes cruéis. Além disso, mesmo sabendo que ele está completamente errado e fica o questionamento quando passamos a acompanhar sua jornada.

Ou seja, ficamos na dúvida, se estamos ou não torcendo por ele no fim das contas.

 

Mais detalhes sobre o filme A Casa Netflix

A história nos apresenta Javier Muñoz, interpretado por  Javier Gutiérrez. Conta a trama de um profissional reconhecido em sua área pelas produções áudio-visuais de comerciais e mídias para tv.

No entanto, o profissional encontra-se excluído do mercado de trabalho, justamente pela sua idade e a concepção das pessoas em sua volta de que ele está ultrapassado em relação aos demais. Não importa o que ele tente fazer é interrompido. Infelizmente, um quadro que é bastante comum atualmente.

Javier precisa se mudar de uma luxuosa casa em que vive junto com sua mulher e filho para uma região mais abaixo da categoria a qual ele acredita que merecia estar.

Entretanto, o seu ego não aceita que ele seja rebaixado dessa forma tão rápido. Sendo assim, logo percebemos a verdadeira característica de Javier. Ele acredita que sua casa e posição social são mais importante do que a sua própria família e tudo que podem pensar referente a ele é ainda mais essencial do que qualquer outra coisa.

RESENHA | A CASA (Hogar / The Ocupant, 2020)

Então nesse momento, Javier que ainda contém uma cópia da sua antiga casa, decide vigiar a família que está morando lá atualmente e a partir daí decide de uma vez criar um plano audacioso para tentar a todo custo retomar a posse do seu antigo e amado lar. Uma ideia que já vimos anteriormente com o vencedor do Oscar Parasita, a classe mais baixa tentando a todo custo enganar a classe mais alta com o objetivo de tomar o seu lugar.

 

Será que o final é promissor para Javier?

O protagonista tem ações bastante duvidosas ao longo da trama, fazendo com que o espectador possa a torcer pelas suas ações ou simplesmente não crie nenhuma empatia por tudo que Javier vá realizando ao longo dos 103 minutos de história. Um verdadeiro antagonista que não me medirá esforços para retomar o seu lugar a qual ele pode achar de direito naquele momento.

De longe é um filme que vá lhe impressionar até porque já vimos títulos que conduziram melhor tais premissas de história, por outro lado o nível técnico do filme é impecável, juntamente com os planos pré- estabelecidos junto aos personagens sempre fechando o close em cada um deles para demonstrar que todos estão ligados e mais ainda, todos são peças importantes até a conclusão.

A Casa tem um bom clima de suspense e nos faz pensar até mesmo em Coringa de 2019, uma trama que usa as desigualdades sociais para transformar um sujeito comum em alguém ainda mais perverso, se tornando com o tempo, o verdadeiro vilão de todo o arco mostrado pelo diretor. Mostrando o personagem principal como alguém que simplesmente não se importa com mais nada, apenas com seu estilo glamouroso de vida.

Nota: 8 de 10

 

MOMENTO SPOILERS A CASA NETFLIX (SOBRE O ELEMENTO FINAL DO FILME)

Netflix estreia o filme espanhol 'A Casa'

Na última parte da história com o climax que fecha toda a jornada de retomada de Javier, nos é apresentado uma cena que dura exatamente uns 2 segundos.

Porém, essa cena pode deixar algumas pessoas com dúvida sobre o porque daquele elemento ser mostrado com tanta atenção e o que ele de fato significa.

Esse pequeno parágrafo é apenas para quem já terminou de assistir, então se ainda não assistiu volte aqui depois.

A cena em si é mostrada na última parte do filme onde o personagem Javier após confrontar a sua ex que o ameaçou entregar para a polícia todas as provas que ela tinha sobre o assassinato de Tomás ( Mario Casas, que já havíamos visto no surpreendente Um Contratempo), ele consegue persuadi-la e completa seu arco e planos audaciosos.

Então vem a última cena em que é mostrado ele após reaver novamente sua casa dos sonhos. No entanto, a imagem final da um close fechado em uma torneira pingando, finalizando a trama.

 

O que Significa Aquela Torneira no Final?

Tudo que aconteceu e que continua acontecendo com Javier pode ser vazado a qualquer momento. Ou seja, destruindo todos os seus planos e sua carreira a qual ele conquistou naquele momento.

Portanto, qualquer nova peça pode ser trazida e qualquer movimento em falso dele naquele jogo de xadrez pode desmoronar tudo que lutou. Sendo assim, a torneira pingando simboliza exatamente que nada está consertado e que tudo será vazado da noite para o dia. Por quanto tempo?

Ficha Técnica: A Casa (Original Netflix)

  • Título Original: Hogar
  • Duração: 103 minutos
  • Ano produção: 2020
  • Estreia: 25 de março de 2020
  • Distribuidora: Netflix
  • Dirigido por: David Pastor, Àlex Pastor
  • Orçamento:
  • Classificação: 14 anos
  • Gênero: Suspense e Thriller Psicológico
  • Países de Origem: Espanha

Sinopse:

Um publicitário desempregado começa a perseguir os novos moradores da sua antiga casa com intenções cada vez mais sinistras.

 

2 Comments

Leave a Reply
  1. Sim, tive essa mesma impressão. Quando a torneira começa pingar ele muda totalmente o comportamento. E ela pingando no fim do filme traz ele a realidade.

  2. Entendi que a torneira pingando ao final era uma amostra de que tudo aquilo que ocorreu, seus planos, ações, morte, etc, faziam parte do imaginário do protagonista. O que vimos no filme, a meu entender, seria a imaginação de Javier para elaborar o plano de ter uma vida perfeita. Os pingos da torneira o trariam de volta à sua realidade na nova casa. Alguém mais concluiu assim?

Deixe uma resposta